Topo
16 Bits da Depressão

16 Bits da Depressão

Categorias

Histórico

Será que "OutRun 2019" acertou o futuro? Bora investigar!

16 Bits da Depressão

25/07/2019 09h40

A ficção-científica contempla diversas obras do passado que trazem previsões de um futuro que não se concretizou, ou se concretizou apenas em algumas partes.
George Orwell previu um totalitarismo de nível continental com extensivo uso de tecnologia para controle de massa em 1984. Stanley Kubrick e Arthur C. Clarke imaginaram uma odisseia no espaço em 2001. Já De Volta Para o Futuro Parte 2 nos prometeu carros voadores e skates flutuantes em… 2015.

Fora do cinema e das páginas de livros, os games não ficam pra trás no quesito de obras futurísticas. Temos invasões alienígenas, rebeliões de máquinas, guerras bio-nucleares e diversos cenários pós-apocalípticos que (felizmente) ainda não ocorreram.

Mas hoje vamos analisar as predições de um jogo de corrida lançado para o Mega Drive em 1993 e ambientado em nosso ano de 2019. Estamos falando da versão futurista de um grande clássico da SEGA, o Outrun 2019!

Ao que tudo indica, os desenvolvedores do jogo foram cautelosos em seus devaneios sobre como nossa sociedade seria em 26 anos. Analisando a paisagem urbana, estradas e obstáculos, não percebemos nada distante da realidade do nosso mundo ao redor. Temos até alguns exemplos de cidades como Singapura e Dubai, cujas paisagens conseguem ser até mais complexas e extravagantes que os "sprites" do jogo, conforme mostram as imagens de 1 ao 6.

Quanto aos cenários das imagens 7 e 9, a coisa começa a ficar com um aspecto um pouco mais distante da nossa realidade atual. Pelo menos eu não me recordo de nenhuma ponte feita de material transparente semelhante a acrílico, ou de uma cidade dourada com edifícios banhados a ouro. Isso, é claro, se não considerarmos que a coloração das estruturas é devida apenas aos raios solares.

A imagem 8 mostra o que seria o mais distante de nós em termos de tecnologia: uma estrada rumo ao espaço sideral. Ou seria simplesmente uma estrada ao céu noturno? Em se tratando da cena final do jogo, podemos imaginar que os desenvolvedores tinham guardado algo mais ousado e, sendo assim, a primeira hipótese seria a correta.

O compositor da trilha musical também não quis arriscar sobre a tendência musical de 2019 e se manteve próximo ao estilo clássico dos jogos de corrida da época, como Top Gear e F-Zero: ritmo acelerado em compassos de 4/4, com uma linha melódica marcante e uso excessivo de arpejos. Confira:

Partindo para o que realmente interessa para muitos, é hora de analisar o objeto central do jogo: o possante.

Antes de tudo, é bom esclarecer uma diferença inusitada entre as diferentes versões de OutRun 2019. Na versão japonesa, a velocidade máxima atingida é de 341 km/h, enquanto nas versões europeia e americana as velocidades são, respectivamente, 682 km/h e 1098 km/h.

Comparando com o carro da versão japonesa do jogo, temos diversos automóveis esportivos atuais que ultrapassam a velocidade com facilidade, como o Koenigsegg Agera RS, o Hennesey Venom GT e o Bugatti Veyron.

Quanto aos incríveis 1098 km/h que o carro da versão americana atinge, precisamos deixar os carros comerciais com combustão a gasolina de lado e recorrer aos veículos com propulsão semelhante à de foguetes. Em 1997, apenas 4 anos após o lançamento do jogo, o ThrustSSC alcançou inacreditáveis 1227.985 km/h e entrou para o Guinness como o veículo de solo a registrar maior velocidade.

Sejamos justos: obviamente um foguete sobre rodas não consegue ter um controle de curvas como o veículo do jogo. Tampouco consegue se projetar no ar através de rampas ou percorrer enormes distâncias sem precisar reabastecer. Sendo assim, podemos dar mais um ponto ao jogo por ter concebido tal tecnologia que somos incapazes de reproduzir em 2019.

No geral, Outrun 2019 conseguiu produzir um mundo relativamente semelhante ao nosso, possivelmente devido à cautela dos desenvolvedores ao contemplar outras obras de ficção científica imprecisas.
_________________________________________________________________________
Aguardamos vocês daqui a 981 anos para conferir as previsões do jogo Top Gear 3000.

Sobre o Blog

Diversão, alegria e jogos eletrônicos! Ou decepção, sofrimento e um pouco mais de jogos eletrônicos? O 16 Bits da Depressão vai abordar os assuntos que estão em alta no universo gamer, sempre com muito bom humor e poucos pixels.

Mais Blog 16 Bits da Depressão