PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

7 jogos retrô para apreciadores do bom e velho Rock N’ Roll

16 Bits da Depressão

28/09/2019 08h00

Nesta semana começou o Rock in Rio 2019, festival que reúne vários shows de artistas de todos os gêneros, incluindo grandes nomes do rock e metal.

Esteja você indo curtir o evento ou não, ainda vale a pena aproveitar uma boa jogatina regada a um bom rock. Por isso separamos alguns títulos das antigas que trazem trilha sonora digna de um show de rock! Confira a nossa lista e se prepare para curtir muito rock, metal e também muitos desafios! Afinal, muitos deles têm a dificuldade como um dos seus pontos principais.

Rock N' Roll Racing

Quando se fala em jogos e Rock, o clássico Rock N' Roll Racing, lançado para Super Nintendo e Mega Drive, é um dos primeiros títulos que vêm à mente. Nele você escolhe um corredor para participar de uma corrida intergaláctica com muitos tiros e explosões em diferentes cenários, um mais desafiador que o outro! E a corrida fica ainda mais completa ao som de clássicos do Rock vindo diretamente do planeta Terra. São grandes sons como Bad to the Bone, Highway Star, Paranoid, Born to be Wild, entre outros.

Doom


Em 1993 também foi lançado o polêmico Doom, o jogo de tiro em primeira pessoa para MS-DOS da id Software. Ele é um dos jogos mais importantes da história dos videogames e desde o seu lançamento foi um grande sucesso. O jogo causou bastante controvérsia na época devido aos altos níveis de violência gráfica e imagens satânicas – afinal, estamos falando de uma invasão demoníaca!

Além de muito sangue e demônios, muitos também vão se recordar da trilha sonora regada a muito heavy metal. As composições de Bobby Prince foram bastante inspiradas na Doom Bible, o documento de design original escrito por Tom Hall em 92. Pra dar uma ajudinha, John Romero também ofereceu ao compositor fitas com a "Era de Tony Martin do Black Sabbath."

Revolution X


A banda de hard rock Aerosmith fez muito sucesso entre os jovens nos anos 90, tanto que Steven Tyler e seus companheiros protagonizaram um game! No jogo de tiro para arcade você controla um jovem que deve salvar os integrantes do Aerosmith da vilã Helga, líder da New Order Nation, uma organização maligna que quer acabar com a "cultura jovem" e banir todas as formas de entretenimento. Para isso você vai mandar tiro pra cima dos capangas de Helga enquanto salva dançarinas de biquíni e ouve vários sucessos da banda.

Castlevania

Quando se fala em rock e games, também é difícil não lembrar de Castlevania. A franquia, hoje repleta de jogos, tem algumas das trilhas sonoras mais memoráveis de todos os tempos. São tantas músicas boas, que achamos injusto escolher um game só. Então se você curte rock e games, recomendamos fortemente pegar algum clássico desta franquia pra jogar.

Mas já que estamos falando de jogos antigos, vamos destacar o Castlevania do NES, que já recebe os jogadores com a impressionante Vampire Killer composta pela japonesa Kinuyo Yamashita.

Mega Man X

Se você é da era do Super Nintendo, com certeza jogou Mega Man X. Esse é um dos jogos mais icônicos do personagem, introduzindo muitas novidades à franquia que seriam mantidas pelos títulos posteriores. Além de belas fases e chefes com desafios divertidos, Mega Man X também é conhecido pela sua trilha sonora acelerada com muito Rock N' Roll.

A brilhante trilha sonora é um trabalho do grupo Alph Lyla da Capcom. A maior parte das músicas foi composta por Setsuo Yamamoto com contribuições de Yuki Iwai, Toshihiko Horiyama, Yuko Takehara e Makoto Tomozawa.

Holy Diver

Holy Diver é um nome bem familiar para os fãs de heavy metal, não é mesmo? Afinal, é o nome do álbum de estreia de Dio, além de uma das suas músicas mais populares.

Com inspiração nos grandes nomes do metal, a japonesa Irem criou Holy Diver, um jogo de Famicom nos moldes de Castlevania. Se você ainda tem dúvidas sobre a inspiração, saca só! A história se passa no ano 666 com o Crimson Kingdom ameaçado pelo The Black Slayer. A única esperança agora é Randy, filho do imperador Ronnie IV, que deve lutar contra o Black Slayer e descobrir o paradeiro do seu irmão Zakk. Em sua infância, Zakk e Randy foram treinados pelo servo do imperador, um cara chamado Ozzy.

Killer Instinct

Nos anos 90, os jogos de luta estavam fazendo muito sucesso nos consoles e arcades. Além de Street Fighter e Mortal Kombat, havia também Killer Instinct, a aposta da Rare no gênero. Nascido nos arcades, ele também fez muito sucesso no Super Nintendo.

Assim como os outros jogos do gênero, Killer Instinct contava com um elenco de lutadores distinto. Mas ele se destacava pelos diversos combos que, quando executados pelos jogadores mais habilidosos, eram capazes de mudar o rumo de uma partida. Killer Instinct tinha uma ambientação sombria e uma trilha sonora cheia de solos de guitarra composta por Robin Beanland e Graeme Norgate.

Essa foi a nossa lista com alguns títulos para quem quer entrar no clima e um curtir um bom rock enquanto joga videogame. Claro que ficaram muitos títulos de fora, por isso aproveitem para comentar as suas sugestões! Quem sabe elas não aparecem por aqui em um post futuro? Então bora jogar e vida longa ao Rock N' Roll!

Sobre o Blog

Diversão, alegria e jogos eletrônicos! Ou decepção, sofrimento e um pouco mais de jogos eletrônicos? O 16 Bits da Depressão vai abordar os assuntos que estão em alta no universo gamer, sempre com muito bom humor e poucos pixels.

Blog 16 Bits da Depressão